“BRINCANTES POR NATUREZA” É O BRASILEIRO VENCEDOR DO PRÊMIO MEU PÁTIO É O MUNDO

25 outubro 2020
“BRINCANTES POR NATUREZA” É O BRASILEIRO VENCEDOR DO PRÊMIO MEU PÁTIO É O MUNDO

Um projeto que mescla educação ambiental e atividades lúdicas (com resgate de brincadeiras tradicionais), em sintonia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 e com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Este é o núcleo do “Brincantes por natureza”, projeto da UME Jardim Casqueiro, de Cubatão (SP), o vencedor pelo Brasil do Prêmio Meu Pátio é o Mundo.

Os resultados do Prêmio, com a divulgação dos três vencedores, foram apresentados no dia 12 de novembro. O Meu Pátio é o Mundo foi uma iniciativa da Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar (OMEP), em suas representações na Argentina, Brasil e Chile, em conjunto com a Fundação Arcor Argentina, Fundação Arcor Chile e Instituto Arcor Brasil. Um vencedor é da Argentina, outro é do Brasil e o terceiro, do Chile.

São estes os projetos vencedores, na nomenclatura original:

Argentina: “Lo nuestro, para aprender jugando”, elaborado pela Escola Nº 62 Dr Delio Panizza, da localidade de Maciá (Entre Ríos)

Chile: “Rescatando nuestro bosque nativo”, elaborado pelo Jardín Valle del Sol, da localidade de Quillón (Ñuble)

Brasil: “Brincantes por natureza”, elaborado pela UME Jardim Casqueiro, em Cubatão, São Paulo (SP).

O objetivo do concurso foi reconhecer projetos criativos e inovadores de Educação para o Desenvolvimento Sustentável. O Desenvolvimento Sustentável é entendido como um processo de mudança na qual a utilização dos recursos, a direção dos investimentos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e as mudanças institucionais estão desenhadas para atender as necessidades sociais e econômicas das atuais e das futuras gerações.

A Educação para o Desenvolvimento Sustentável (EDS), tem como objetivo ajudar as pessoas a desenvolver atitudes e capacidades, assim como a adquirir conhecimentos que lhes permitam tomar decisões fundamentadas em benefício próprio e dos demais, agora e no futuro, e colocar em prática estas decisões.

Na primeira fase foram selecionados 20 projetos por país. No território brasileiro, foram selecionados projetos dos estados de São Paulo, Maranhão, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

Cada um dos 20 projetos selecionados por país recebeu apoio e orientação de um especialista/orientador que realizou acompanhamento durante todo o processo do Prêmio até a seleção dos ganhadores. Cada projeto vencedor ganhará um prêmio: Na Argentina $40.000,00 – (quarenta mil pesos); no Chile $ 670.000 – (Seiscentos e setenta mil pesos Chilenos) e no Brasil: R$ 4.000 – (Quatro mil reais). O montante deve ser destinado a financiar aspectos específicos da execução do projeto pedagógico, explicitados no Relatório Final do Projeto.

E são muitas as atividades do “Brincantes por natureza”, que contempla atividades como visitas a parques da cidade de Cubatão, localizada na encosta da Serra do Mar e que contém vestígios da Mata Atlântica. Brincar com a terra, conhecer o ciclo da água, promover o “futebol de sopro” (com bolhas de água) e ler poemas de autores como Manoel de Barros, cujos textos contém várias referências à natureza, são algumas das ações no âmbito do projeto “Brincantes por natureza”, que tem a coordenação das professoras Gisele Pimentel Pereira e Paula Cristina Santos Tenório e a participação da equipe gestora, outras docentes e educadoras da escola.  

  • Categoria: Não categorizado
  • Formatos: Publicações
"Nenhum resultado encontrado."