PROJETOS DE VIDA ATIVA E ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA DE ESCOLAS DE RIO DAS PEDRAS TERÃO APOIO DO INSTITUTO ARCOR BRASIL

Projetos de três escolas públicas municipais de Rio das Pedras, no interior de São Paulo, terão apoio do Instituto Arcor Brasil até novembro de 2021, como parte da terceira edição do Programa Aprendendo com Prazer, para Crescer Saudável. A assinatura dos termos de compromissos relacionados aos projetos da terceira edição aconteceu de forma virtual no último dia 16 de setembro.

O Programa Aprendendo com Prazer, para Crescer Saudável é uma iniciativa do Grupo Arcor que é desenvolvida na Argentina, no Brasil e no Chile. O objetivo do Programa é apoiar projetos que estimulem a vida ativa e a alimentação equilibrada das crianças atendidas. Na terceira edição brasileira, além de escolas públicas também serão apoiados projetos de organizações da sociedade civil.


Recreio dirigido – “Nutrição x Movimento = Equilíbrio Perfeito” é o projeto da Escola Municipal Maria Apparecida A. Degaspari, que terá apoio técnico e financeiro do Instituto Arcor Brasil. A escola atende a 530 alunos, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

Em termos da vida ativa, a coordenadora Aparecida de Fátima Movio Lucchi informa que o projeto estipula a promoção de um recreio dirigido, com o oferecimento de um leque de brincadeiras prazerosas. Algumas serão pintadas no chão do pátio, onde também será instalada uma estação de movimentos. Uma parede de escalada e um miniparquinho são outros equipamentos que foram projetados, sempre visando incentivar o movimento com alegria e refinamento dos sentidos.

No terreno da alimentação, a coordenadora destaca o aprimoramento da horta que já existe na escola, mas que receberá novidades. Também serão oferecidas oficinas sobre os diferentes aspectos de uma alimentação saudável, ressaltando a diversidade de alimentos e sua contribuição para o fortalecimento da saúde.


Jogos e brincadeiras - A Escola Municipal Professora Ângela S. Oriqui, por sua vez, receberá apoio para o Projeto “Corpo, mente, alimento: Vida em movimento!” A escola conta com 253 alunos, do 1º ao 9º ano do ensino fundamental.

A diretora Marlene Aparecida Ferreira conta que, em termos da vida ativa, o projeto prevê várias ações, como a renovação da pintura da quadra poliesportiva, de modo a aprimorar a prática das modalidades tradicionais, mas também para a inserção de outras, menos conhecidas dos alunos.

Uma parede de escalada, jogos que a escola ainda não tem e bancos sob as árvores no pátio, onde serão pintados jogos de tabuleiro, também são ações previstas no escopo do projeto, informa a gestora.

Na esfera da alimentação nutritiva, muitas atividades de caráter interdisciplinar serão realizadas em torno da horta, que já existe mas receberá melhorias. A horta, inclusive, motivou a primeira ação do projeto: a distribuição de mudas de alface para os alunos cultivarem em casa, enquanto ainda estão em isolamento social durante a pandemia.

O plantio e cuidado das mudas foram objeto de um vídeo que os próprios alunos elaboraram e passou a ser difundido entre os colegas e toda a comunidade escolar. “Queremos exatamente que os conhecimentos adquiridos sejam compartilhados, com as famílias, os amigos e na comunidade onde os alunos vivem”, completa a diretora Marlene.


Hortas e espaços renovados - Já a Escola Municipal Professora Immaculada Grecco Civolani desenvolverá o Projeto “Alimentação e Ação: Aprimorando a receita de escola saudável”. A escola localizada no bairro Lúcia Taranto Marrano (Nosso Teto) tem 218 alunos, do 1º ao 8º ano do ensino fundamental.

A diretora Christiane Aguiar de Queiroz lembra que a escola foi contemplada na segunda edição e agora, na terceira, dará continuidade e avançará em relação ao que já foi conquistado. A horta plantada nos fundos da escola, por exemplo, receberá aprimoramentos, para o cuidado, cultivo e consumo pelos próprios alunos. “A horta vai possibilitar muitas ações interdisciplinares”, comenta a gestora.

Uma segunda horta, desta vez vertical, será preparada no refeitório da escola. Uma horta com plantas medicinais e aromáticas. O próprio refeitório será renovado, informa a diretora. O mobiliário será trocado, paredes serão pintadas e toldos serão colocados para maior proteção dos alunos, sobretudo em dias de chuvas. “Tudo isso para possibilitar uma alimentação mais saudável”, diz Christiane. Palestras e outras atividades com noções de alimentação saudável estão igualmente previstas, diz ela.

No território da vida ativa, a diretora Christiane lembra que a quadra da escola foi coberta pela Prefeitura, como contrapartida no caso do projeto da segunda edição do Programa Aprendendo com Prazer, para Crescer Saudável. Foi também montada uma brinquedoteca, que agora receberá novos brinquedos educativos e que poderão ser usados na quadra coberta.

A diretora afirma que a EM Professora Immaculada Grecco Civolani, localizada em uma área de vulnerabilidade social, teve muitas melhorias na edição anterior. Agora, com a terceira edição, “vamos aprofundar o que já conseguimos e ampliar as oportunidades educacionais para os alunos”, conclui. A localização em áreas de vulnerabilidade social foi um dos critérios para a definição dos projetos que serão apoiados pelo Instituto Arcor Brasil, na nova edição do Programa Aprendendo com Prazer, para Crescer Saudável.